Madness to Johnny Depp!!!: Mais uma descoberta...

quinta-feira, agosto 13, 2009

Mais uma descoberta...

Queridas(os), prestem atenção nas duas últimas frases dessa postagem!
John Wilmot nasceu na Inglaterra em 10 de abril de 1647 e tornou-se Conde de Rochester aos 11 anos com a morte do pai,que deixou para ele apenas o título e pouca herança. Era menino muito disciplinado e inteligente e aprendia com facilidade. Foi aluno exemplar na escola primária. Em 1660, aos 13 anos, foi para Oxford estudar no Wadham College, de onde saiu com o título de "Master of Arts", partindo em viagem para a França e a Itália. Tinha todas as qualidades necessárias para ressaltar-se na sociedade de seu tempo. Aos 16 anos, tornou-se um jovem culto, muito bem educado, charmoso e adornado com uma natural modéstia que o tornava encantador, além de desfrutar de feições extremamente atraentes. Mas, aos 17 anos, já estava engajado nas intrigas da Corte do Rei Charles II, de quem tornara-se homem de confiança. Aos 30 anos, quase cego, muito doente e coxo, conseguiu recuperar-se e retornou í vida tresloucada em Londres. Aos 33 anos, após desfrutar de todas as paixões desenfreadas, já agonizante, chamou um sacerdote e iniciou sua última aventura: a busca de Deus. Naquele "testamento espiritual", Rochester deixou registrado o remorso e a mágoa pelo tempo desperdiçado com loucuras inomináveis e declarou que, do fundo de sua alma, abominava todo o curso de sua existência devassa. No fim da vida, Conde de Rochester, há mais de 300 anos atrás, já demonstrava intuição da idéia de reencarnação, quando dissertava: "O mais certo é que a alma comece de novo, e que a lembrança do que ela fez neste corpo, registrada nos desenhos do cérebro, tão logo seja desalojada, desapareça, e a alma seja levada a algum novo estado para começar novo ciclo". Regressando í pátria espiritual, Rochester resolve enviar, através da médium russa Vera Kryzhanovskaia, mensagens de que o espírito sobrevive e reencarna tantas vezes quantas necessárias ao seu reajuste cármico e segundo as leis de Deus, apresentando aos leitores belíssimas histórias de reforma íntima no ser encarnado.
Fonte: www.portaldetonando.com.br

3 comentários:

entendendooespiritismo disse...

Carissima Jackiee lindo o que o Conde de Rochester disse, para nós isso é um indicio de que o homem, tem sem sombra de duvida uma vaga lembrança do que é Deus.
Ele sita a reencarnação como já a conhecesse, repare como Deus é justo e bom!!!
Mesmo que o homem não estude e nem frequente centros espiritas ele sempre saberá em sem intimo o que é Deus, repare que ele toca no assunto de na reencarnação de não se lembrar mais do que fez nesta vida leviana- esta ai a prova de que o homem desde auela época ja lia e pesquisava sobre o assunto.
E eu que gostaria de saber sobre minha vida passada, nada sei, pois Deus fez a minha mente inteligente o bastante para não se recordar de nada.

Bjos
Elaine

Jackeline Depp disse...

Muito agradecida pelo seu refletido comentário!
As sucessivas vidas já estão provadas, mas para comprovarmos precisamos pesquisar e estudar.Uma das provas realmente concretas e sem sobra de dúvida, está no filme "Minha vida noutra vida"! Assistam os extras também!!!
Abraço de luz querida Elaine.

Jackeline Depp disse...

Não esqueçamos também que Jesus disse "Conhecereis a verdade e ela vos libertará..."